Aécio Neves faz último discurso no Senado e diz que é vítima de injustiças

  • Por Jovem Pan
  • 13/12/2018 08h02
José Cruz/Agência BrasilO senador mineiro disse que o erro que cometeu na vida foi aceitar conversar com Joesley Batista

Em discurso de despedida como senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou que tem vivido dias extremamente difíceis e que não cometeu nenhum crime.

Na fala que durou quase 20 minutos, o político, que vai assumir no ano que vem uma vaga na Câmara dos Deputados, afirmou ser vítima de injustiças. Ele acusou Joesley Batista, um dos donos da JBS, de mentir para obter acordo de delação premiada com a Justiça.

Joesley Batista acusa Aécio Neves e seus aliados de receber R$ 128 milhões em propinas entre 2014 e 2017.

O senador mineiro disse que o erro que cometeu na vida foi aceitar conversar com Joesley Batista, que ofereceu ajuda para pagar advogados. O tucano disse ainda que presencia “um verdadeiro teatro do absurdo” e que está indignado em relação às acusações que sofre.

*Informações do repórter Afonso Marangoni