Alckmin comemora apoio do PTB, enquanto Meirelles tenta se aproximar do PRB

  • Por Jovem Pan
  • 19/07/2018 06h14
SecomEx-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), minimizou as recentes denúncias envolvendo o PTB e o Ministério do Trabalho

O pré-candidato a Presidente da República pelo PSDB, Geraldo Alckmin, comemorou a decisão do PTB de indicar apoio. O tucano destacou o fato de ser o primeiro partido a anunciar oficialmente a aliança com algum presidenciável. 

Alckmin minimizou as recentes denúncias envolvendo o PTB e o Ministério do Trabalho. Negou que tenha tratado sobre que cargos o partido teria em um eventual governo e disse confiar na legenda. O tucano também tem conversas avançadas com PSD e PPS e negocia com outras legendas do centrão, como PR, PRB e PP.

O ex-governador também busca o apoio do DEM, que está dividido entre ele ou Ciro Gomes, do PDT. Outro pré-candidato de centro em busca de apoio é Henrique Meirelles, do MDB.

Perto de ter a candidatura confirmada na convenção do partido, Meirelles ainda não conseguiu convencer nenhuma sigla a compor a chapa. A ofensiva do momento é no PRB, para quem Meirelles indicou que pode dar a vaga de vice.

O ex-ministro da Fazenda diz estar em conversas intensas. Os dois pré-candidatos participaram nesta quarta do Fórum de Mobilidade, promovido pela ANPTrilhos. Também esteve lá Levy Fidelix, do PRTB. Marina Silva, da Rede, enviou um vídeo, enquanto Ciro Gomes desmarcou presença de última hora.

*Com informações do repórter Levy Guimarães