Alcolumbre afirma que diálogo de Bolsonaro com presidentes de partidos é ‘ponte valiosa’

  • Por Jovem Pan
  • 06/04/2019 09h33
Roberto Vazquez/Estadão ConteúdoAlcolumbre: “Boa política é entendimento, diálogo, conversa, que as coisas vão convergir para uma saída e a saída é aprovarmos as reformas para dar competitividade ao Brasil"

O presidente Jair Bolsonaro realizou nesta semana reunião com presidentes de partidos políticos na tentativa de agregar apoio à aprovação da reforma da Previdência. Antes dizendo querer ficar afastado da “velha política”, Bolsonaro acabou por ceder à articulação, mas negou que apoios serão trocados por cargos.

Enquanto isso, o Congresso continua na discussão do projeto. O texto da nova reforma tramita primeiro na Câmara dos Deputados e está sendo analisado, no momento, pela Comissão de Constituição e Justiça. Mas, o Senado criou uma comissão também para tratar da reforma.

Em entrevista exclusiva à Jovem Pan, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, destacou que a articulação política realizada por Bolsonaro nesta semana foi um “grande gesto” e que reforça a harmonia entre os Poderes.

“Foi gesto do Executivo para o parlamento. O presidente Jair Bolsonaro foi por 28 anos deputado federal, na nova missão de ser chefe máximo da nação, é fundamental diálogo e entendimento. A gente tem externado a importância das reformas, sendo que a da Previdência é crucial para que as outras aconteçam”, disse Alcolumbre. “Estamos buscando consenso e isso só será alcançado com diálogo. E diálogo do presidente Bolsonaro com presidentes de partidos e líderes. Uma ponte que, com certeza, será valiosa para momento que estamos vivendo”.

Ele ainda destacou que não existem mais as “novas e velhas políticas”, mas o que se tem que fazer é a boa política. “Boa política é entendimento, diálogo, conversa, que as coisas vão convergir para uma saída e a saída é aprovarmos as reformas para dar competitividade ao Brasil. Todos temos discernimento da importância”.

O presidente do Senado destacou ainda a criação de comissão na Casa para caminhar lado a lado à comissão especial da Câmara: “para dar celeridade no processo. A comissão do Senado poderá dar sugestões à comissão especial da Câmara. O interesse é de aprovar o mais rápido possível”.

Confira a entrevista completa com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre: