Alcolumbre quer votar Previdência no plenário em 10 de outubro

  • Por Jovem Pan
  • 29/08/2019 06h20
Roberto Vazquez/Estadão ConteúdoPresidente do Senado acredita que calendário estipulado será cumprido

O relator da reforma da Previdência no Senado Federal, Tasso Jereissati (PSDB-CE), fez nesta quarta-feira (28), na Comissão de Constituição e Justiça (CJJ), a leitura do seu parecer, que é favorável à proposta. Ele destacou números que mostram a importância das mudanças nas regras para a aposentadoria.

“Um dado importante que ilustra a dificuldade da situação que discutimos: tanto na União quanto nos estados, a contribuição do servidores correspondem a menos de 20% do total das despesas”, declarou.

Depois da leitura do parecer de Jereissati, a presidente da CCJ, Simone Tebet (MDB), concedeu vista coletiva. Com isso, as discussões só serão retomadas na semana que vem, quando o relator vai avaliar as emendas, que são sugestões de mudanças no projeto.

A votação do texto na comissão deve acontecer na próxima quarta-feira (4). Se for aprovada, a proposta vai ao plenário, onde terá que passar por dois turnos de votação.

A previsão do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), é que a votação final seja no dia 10 de outubro. “É o calendário que está estabelecido. Na primeira quinzena de outubro, digamos assim, mas a nossa conta é até dia 10 de outubro estarmos deliberando essa matéria em plenário em segundo turno”, afirmou.

O parecer do relator suprimiu alguns trechos da proposta aprovada na Câmara, como as mudanças nas regras para a concessão de aposentadorias especiais e do BPC (Benefício de Prestação Continuada).

*Com informações do repórter Vitor Brown