Alerj decide abrir CPI para apurar casos de feminicídio em todo o Estado

  • Por Jovem Pan
  • 28/02/2019 06h13
LG Soares/AlerjA Comissão Parlamentar de Inquérito apurará casos de feminicídio em todo o Estado e será presidida pela deputada Martha Rocha (PDT)

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro decidiu abrir a CPI do Feminicídio. A decisão foi tomada nesta quarta-feira (27) em meio a uma onda de crimes contra mulheres no Estado.

A Comissão Parlamentar de Inquérito apurará casos de feminicídio em todo o Estado e será presidida pela deputada Martha Rocha (PDT), que em 2018 foi vítima de tentativa de assalto que se chegou a cogitar que fosse uma tentativa de assassinato.

Somente até o começo de 2018 foram contabilizados 14 casos de feminicídio. O objetivo da CPI não é apenas investigar os casos, mas também apurar a assistência a mulheres vítimas de algum tipo de agressão.

*Informações do repórter Rodrigo Viga