Alesc tem dez sessões para votar projetos urgentes antes do recesso parlamentar

  • Por Jovem Pan
  • 01/12/2017 06h15 - Atualizado em 01/12/2017 06h16
Miriam Zommer/ALESCOs deputados dizem que vão priorizar os projetos em regime de urgência, mas que, se não conseguirem votar dentro do prazo, poderão convocar sessões extraordinárias

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina tem dez sessões até o final de 2017. Os deputados dizem que vão priorizar os projetos em regime de urgência, mas que, se não conseguirem votar dentro do prazo, poderão convocar sessões extraordinárias.

Entre os projetos que devem ser votados ainda neste ano estão o orçamento de 2018 para o Estado e a proposta que muda a administração do Porto de São Francisco, em que o governo conta com o dinheiro em caixa desse porto para pagamento de outras dívidas.

Também aguarda para ser votado o projeto que altera o plano de cargos dos agentes penitenciários, pois o Estado depende da proposta para abrir as vagas de segurança máxima nas penitenciárias de São Francisco do Sul.

Segundo o presidente da Alesc, tudo vai depender do estudo que será feito no orçamento. Se não passar o teto, o projeto vai a plenário.

A PEC do Estado, que acaba com a pensão para ex-governadores e viúvas está pronta para ser votada desde julho, mas ainda não foi apreciada.

*Informações da repórter Lenny Junseck