Alexandre de Moraes diz que caminhoneiros abusaram dos direitos

  • Por Jovem Pan
  • 29/05/2018 07h31
Rosinei Coutinho/SCO/STF Ministro do STF, Alexandre de Moraes, alega que a greve dos caminhoneiros provocou efeito desproporcional e intolerável

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, foi objetivo. Segundo ele, os caminhoneiros abusaram dos direitos constitucionais e acabaram provocando o efeito desproporcional e intolerável.

Mesmo no Supremo, a greve e não foi bem vista. Os ministros Gilmar Mendes e Celso de Mello foram gravados criticando o movimento. O clima está tenso. Filas longas nos postos que ainda tem gasolina e o desabastecimento aparece no supermercado.

Os bloqueios foram evitados, mas caminhões ainda estão estacionados às margens das rodovias que cruzam o Distrito Federal. Para o governador Rodrigo Rollemberg, agora é fazer pressão para os caminhoneiros voltarem ao trabalho até esta terça-feira (29).

O ministro Carlos Marun, que acabou atrapalhando as negociações, primeiro falou em mandar prender empresários do setor de transportes e agora diz que houve infiltração política no movimento. Marun garante que não há mais como negociar nada.

O perigo que ronda agora o movimento é artesão de outras categorias que podem aumentar a paralisação em vez de recuo.

*Com informações do repórter José Maria Trindade