Alexandre de Moraes nega pedido de habeas corpus a Pezão

  • Por Jovem Pan
  • 10/12/2018 07h01
Agência BrasilSegundo Alexandre de Moraes, não houve ilegalidade na prisão de Pezão, na Operação Boca de Lobo

O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes negou, neste fim de semana, o pedido da defesa do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, de habeas corpus. O político está preso em unidade da Polícia Militar desde quinta-feira da semana retrasada. Ele vive a rotina de detento.

Segundo Alexandre de Moraes, não houve ilegalidade na prisão de Pezão, na Operação Boca de Lobo. Pezão foi preso junto a outras pessoas que teriam participado de esquema de propina que durou anos no RJ.

Segundo investigações, ele teria recebido entre 2007 e 2015 algo em torno de R$ 40 milhões em propina. Apesar de o ministro do STF ter negado o habeas corpus, o mérito da causa ainda será julgado em data ainda não divulgada pelo Supremo.

Em sua decisão, Moraes afirmou ser imperiosa a necessidade de manter prisão para garantir a ordem pública evidenciada diante de fatos concretos os quais se atribuiu extrema gravidade e que revestem a conduta de remarcada reprovabilidade e inegável prejuízo ao erário.

*Informações do repórter Rodrigo Viga