Alimentação fora de casa fica mais barata desde os últimos 13 anos

  • Por Jovem Pan
  • 11/05/2018 10h55
Marcelo Camargo/Arquivo/Agência BrasilInflação para a alimentação fora do domicílio se manteve acima do índice geral da inflação do País

Pela primeira vez em 13 anos, os preços da alimentação fora de casa registraram queda de 0,22% em abril, após alta de 0,52% no mês anterior. Desde a implantação do Plano Real, em 94, foram apenas 7 deflações, a maior delas em julho de 2000, quando recuou em 0,26%.

Para o gerente de índice de preço ao consumidor do IBGE, Fernando Gonçalves, os restaurantes estão fazendo promoções para não perder clientes e em paralelo, tem muita gente preferindo trazer o almoço de casa. ” O que percebemos foram algumas promoções feitas pelos estabelecimentos para suprir essa demanda fraca. Muitas pessoas preferem preparar o alimento em casa não só por ser mais saudável, mas também por ser mais barata”, declarou Gonçalves.

Nos últimos anos, a inflação para a alimentação fora do domicílio se manteve acima do índice geral da inflação do País. Em 2017, por exemplo, o acumulado ficou em 3,83%, enquanto o IPCA ficou em 2,95%.

*Com informações do repórter Victor Moraes