Aluno de oito anos desmaia de fome em escola do Distrito Federal

  • Por Jovem Pan
  • 18/11/2017 08h56 - Atualizado em 18/11/2017 08h56
Agência BrasilNão há merenda na escola por ser integral, mas apenas uma bolacha e um suco

Um aluno de oito anos desmaiou de fome, na última segunda-feira (20), em uma escola do Distrito Federal. Ele mora na região do Paranoá Parque, um empreendimento do Minha Casa, Minha vida que fica a 30 quilômetros de onde ele estuda, no Cruzeiro.

Por causa da distância, 250 estudantes como ele saem de casa por volta das 11h da manhã e passam todo o horário de almoço no transporte. A escola não oferece almoço, mas apenas um lanche, geralmente com biscoito e suco, às 15h30 da tarde.

O desmaio aconteceu logo antes de a aula começar, por volta de uma da tarde. Segundo a professora Ana Carolina Costa, o menino chorava e passava mal. O aluno foi levado para a direção, desmaiou e a professora chamou o Samu.

Foi quando o bombeiro atestou que era realmente por fome. Os três irmãos do garoto disseram que eles não tinham comido nada no domingo e na segunda, antes de sair de casa, comeram mingau de fubá, feito com fubá, água e sal.

A Secretaria de Educação do Distrito Federal disse que vai avaliar a possibilidade de oferecer almoço na escola. Na última quinta, o órgão afirmou que lamentava o caso, mas que não era possível dar almoço aos alunos porque a unidade não é de ensino integral. O Ministério Público do DF instaurou um processo para investigar o incidente.

Com informações do repórter Jovem Pan Levy Guimarães