Álvaro Dias condena alianças feitas por Alckmin

  • Por Jovem Pan
  • 01/08/2018 06h54 - Atualizado em 01/08/2018 09h35
Edilson Rodrigues/Agência SenadoO pré-candidato do Podemos à Presidência descartou mudanças no país com a coligação tucana e o Centrão

Álvaro Dias condena alianças de Geraldo Alckmin. O pré-candidato do Podemos à Presidência descartou mudanças no país com a coligação tucana e o Centrão, e políticos envolvidos na Lava Jato.

“É a reedição da tragédia que estamos vivendo, é a fotografia do sistema atual que nós queremos mudar quando falamos em refundação da República. Ficou visível para a população. Aqueles que concordam que o sistema vigente é adequado ao País, devem dar sustentação a ele. Mas quem entende que ele fracassou tem outra alternativa, que é a do rompimento com esse sistema”, disse.

Álvaro Dias se reuniu com empresários e juristas em São Paulo. Ele prometeu um limitador emergencial de despesas de 10% no primeiro ano de gestão, para controle no rombo das contas públicas.

Confira a cobertura completa das Eleições 2018

*Informações do repórter Marcelo Mattos