Anac recebe novo pedido para operação de aérea de baixo custo

  • Por Jovem Pan
  • 27/08/2019 08h27
Cesar Borges/Estadão ConteúdoTrês companhias estrangeiras de baixo custo já operam no Brasil

Uma nova companhia aérea de baixo custo pediu autorização para entrar no mercado brasileiro. A Chilena Jetsmart quer ofertar rotas internacionais. A empresa, de propriedade do fundo norte-americano Índigo Partners, protocolou o pedido na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para operar voos partindo da Argentina e do Chile para o Brasil.

O analista do setor de aviação, Cláudio Magnavita aponta que a aviação brasileira precisa mesmo é de empresas low coast para operar no mercado doméstico. “Isso significa evasão de divisas, o brasileiro saindo com baixo custo para gastar no exterior. No mercado doméstico, isso barateia e aumenta a concorrência.”

A europeia Norwegian, a chilena Sky Airlines e a argentina Flybondi, todas de baixo custo, já operam no Brasil.

*Com informações do repórter Daniel Lian