Após 12 sessões, projeto Escola sem Partido é arquivado na Câmara

  • Por Jovem Pan
  • 12/12/2018 07h11 - Atualizado em 12/12/2018 10h37
Alex Ferreira/Câmara dos DeputadosO projeto está em debate em comissão especial na Câmara desde julho. As últimas sessões foram marcadas por tumulto e bate-boca entre parlamentares

O projeto Escola Sem Partido será arquivado na Câmara dos Deputados e deverá retornar à pauta apenas na próxima legislatura. A comissão especial que analisava a proposta encerrou, nesta terça-feira (11), a última reunião sem que fosse votado o parecer do relator.

O texto do deputado federal Flavinho (PSC) proíbe que professores manifestem posicionamentos políticos ou ideológicos e que discutam questões de gênero em sala de aula.

Ao encerrar a sessão, o presidente da comissão, Marcos Rogério (DEM), criticou os parlamentares favoráveis ao projeto, que não compareceram às sessões.

A reunião desta terça-feira, foi cancelada porque não havia deputados suficientes no plenário, embora houvesse quórum suficiente registrado no painel eletrônico.

O projeto está em debate em comissão especial na Câmara desde julho. As últimas sessões foram marcadas por tumulto e bate-boca entre parlamentares.

No fim da reunião, uma das líderes da oposição, a deputada Erika Kokay (PT), discutiu com o relator Flavinho.

O projeto Escola Sem Partido poderá ser retomado na próxima legislatura, mas será necessário desarquivar a proposta e a tramitação começará do zero, com a criação de uma nova comissão.

*Informações da repórter Natacha Mazzaro