Após ‘desastre iminente’, Embraer entrega primeiro cargueiro à FAB

  • Por Jovem Pan
  • 05/09/2019 08h21
Flickr/Palácio do PlanaltoCom três anos de atraso, a aeronave militar KC-390 foi apresentada a FAB na Base Aérea de Anápolis, em Goiás

Jair Bolsonaro reforça discurso de soberania na entrega de avião militar da Embraer à Força Aérea Brasileira. No evento, o presidente alegou que “quando um país nos ameaça, não vem daquele momento” mas sim de “momentos anteriores onde autoridades não se interessaram” por determinadas questões.

“Se queremos a paz, nos preparemos para a guerra”, completou. “O Brasil é um país pacífico, mas não continuará sendo passivo a esse tipo de agressão à nossa soberania. A Amazônia brasileira é nossa.”

Com três anos de atraso, a aeronave militar KC-390 foi apresentada a FAB na Base Aérea de Anápolis, em Goiás. O modelo pretende ganhar o mercado internacional após a Embraer negociar sua linha de aviões comerciais regionais com a Boeing e focar em defesa, segurança, serviços e aviação executiva.

É o que explica o presidente da Embraer, Jackson Schneider. “O maior avião já produzido e projetado no Hemisfério Sul, o KC-390 é o resultado de um enorme esforço de engenharia. Uma aeronave desenvolvida para estabelecer novos padrões de desempenho e capacidade na sua categoria.”

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, ressalta o incremento operacional da Força Aérea, mas também comercial ao Brasil. “No mês passado, como já foi anunciado, Portugal formalizou a encomenda de seis aviões KC-390, abrindo as portas da Otan para essas aeronaves.”

É o primeiro de um total de 28 aviões que serão entregues a FAB pela Embraer. Atualmente o Brasil tem 23 unidades do Hércules, que serão substituídos gradualmente pelos KC-390.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos