Após dura recessão, empresários se mostram confiantes com retomada do crescimento

  • Por Jovem Pan
  • 23/04/2018 09h46
PixabayDepois de uma dura recessão a luta agora é para garantir que os investimentos sejam mantidos até com certo incremento

Confiança. Esta é a palavra que determina o sentimento do empresariado neste ano de 2018. Depois de uma dura recessão a luta agora é para garantir que os investimentos sejam mantidos até com certo incremento, já que o período de estagnação foi muito longo.

O CEO da Accenture Brasil para América Latina, Leornardo Framil, destacou que os projetos estão sendo desovados dentro de uma nova perspectiva.

O período de recessão já foi ultrapassado, mas o presidente da Ypê, Waldir Beira Júnior, apontou que uma das prioridades do país tem que ser a retomada do emprego.

A confiabilidade de uma economia mais sólida leva a uma robustez nos negócios. Dentro deste ambiente, o presidente da Basf para a América do Sul, Ralph Schweens, enfatizou que a retomada do crescimento já está sendo sentida principalmente no parque industrial brasileiro com a elevação da demanda.

O presidente do Grupo Newcomm avaliou que há uma certa blindagem no país em relação às eleições de outubro. Para Marcos Quintela, os planos do empresariado já estão sendo traçados, independentemente do cenário político.

A percepção de empresários e executivos é que se não houver nenhum abalroamento nos próximos meses, o Brasil poderá incrementar a trajetória de crescimento e impulsionar a economia afastando de vez o fantasma da recessão.

*Informações do repórter Daniel Lian