Após janeiro mais quente da história, Antártica registra temperatura recorde

  • Por Jovem Pan
  • 14/02/2020 07h03
Ricardo Jana/Cortesia do Instituto Antártico Chileno (INACH)De acordo com o jornal The Guardian, pela primeira vez na história os termômetros na Antártica atingiram os 20,7° graus

O mês de janeiro de 2020 foi o mais quente da história e a conclusão da Agência Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos confirma o que já havia sido anunciado pelos pesquisadores europeus.

Pela 44ª vez, o primeiro mês do ano tem temperaturas acima da média. Segundo os cientistas, desde 2016 o aquecimento da Terra vem acelerando — afetando inclusive as calotas polares.

De acordo com o jornal The Guardian, pela primeira vez na história os termômetros na Antártica atingiram os 20,7° graus. A marca, registrada na ilha de Seymour no dia 9 de fevereiro, é quase um grau acima do recorde anterior de 19,8°C — registrado na ilha de Signy em janeiro de 1982.

Os recordes ainda precisam ser confirmados pela Organização Meteorológica Mundial.

*Com informações da repórter Livia Fernanda