Após morte de menina, Prefeitura de Poá promete fiscalização em brinquedos em praças

  • Por Jovem Pan
  • 11/12/2017 07h16
Reprodução/SBT Além disso, a Secretaria de Segurança Urbana vai abrir nesta segunda-feira (11) sindicância para saber se houve negligência na manutenção

Foi enterrado neste sábado (09) o corpo da menina que morreu atingida na cabeça por um balanço quebrado em Poá, região metropolitana de São Paulo.

Letícia Rayanny Marcelino, de nove anos, brincava na praça Antônio Sanches, no Jardim Romeiro, quando parte da estrutura do brinquedo se desprendeu.

O tronco onde ficavam parafusadas as correntes despencou e machucou a criança que chegou a ser hospitalizada, mas não resistiu ao ferimento.

Moradores do bairro reclamam da falta de manutenção dos brinquedos localizados no espaço.

Depois do ocorrido, a prefeitura de Poá promete uma fiscalização em todas as praças ou espaços da cidade que contam com brinquedos.

Além disso, a Secretaria de Segurança Urbana vai abrir nesta segunda-feira (11) sindicância para saber se houve negligência na manutenção.

*Informações do repórter Tiago Muniz