Após queda na produção de veículos, setor automotivo busca retomar mercado de 2012

A entidade que representa as montadoras instaladas no país espera crescer acima de 10% em 2019

  • Por Jovem Pan
  • 24/04/2019 07h15 - Atualizado em 24/04/2019 10h43
Marcelo Camargo/Agência BrasilA entidade que representa as montadoras instaladas no país espera crescer acima de 10% em 2019

O setor automotivo busca retomar mercado de 2012 após cair de 3,8 milhões de veículos produzidos para 2 milhões em 2016, diante da retração de 7% do PIB, considerada a maior crise da história no Brasil.

Somente nos últimos dois anos os resultados positivos retornaram, responsáveis por 30% do PIB industrial do país. Mas para o novo presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes, só há um caminho.

Moraes assumiu a presidência da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores para o triênio 2019-2022. Executivo da Mercedes-Benz há 40 anos, ele também ficará a frente do Sinfavea (Sindicato Nacional da Indústria de Tratores, Caminhões, Automóveis e Veículos Similares).

Também passa a ocupar a primeira vice-presidência da Anfavea, Fabricio Biondo, vice-presidente de comunicação, relações externas e digital da América Latina do Grupo PSA, Peugeot-Citröen.

A entidade que representa as montadoras instaladas no país espera crescer acima de 10% em 2019, após ficar um pouco abaixo dos 3 milhões de veículos no ano passado, ainda com alta ociosidade, pela capacidade de produção de 5 milhões de unidades.

*Informações do repórter Marcelo Mattos