Após recuo com farinata, Prefeitura de SP anuncia inclusão de banana orgânica na merenda

  • Por Jovem Pan
  • 27/10/2017 06h55 - Atualizado em 27/10/2017 10h44
Arquivo/Agência BrasilO anúncio vem na sequência do movimento de recuo feito pelo prefeito João Doria na ideia de distribuir a farinata junto à merenda escolar

A Prefeitura de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (25) a inclusão inédita de um alimento in natura orgânico no cardápio da merenda escolar da rede municipal de educação.

O secretário de Educação, Alexandre Schneider, em publicação nas redes sociais, informou que a banana será o primeiro alimento a ser oferecido.

De acordo com a Secretaria, foram assinados oito contratos da agricultura familiar para distribuição de banana nanica e prata, convencional e orgânica, por cooperativas do Vale do Ribeira.

O projeto prevê investimento de R$ 10,5 milhões até março de 2018, o equivalente a 1,65 mil toneladas de banana.

Com isso, serão beneficiadas mais de 800 famílias produtoras da fruta.

A distribuição para as escolas começa no dia 6 de novembro.

A quantia distribuída, bem como as primeiras escolas beneficiadas ainda serão definidas nos próximos dias.

A secretaria diz que além da banana, também são oferecidos outros alimentos da agricultura familiar, como fubá, carne suína, suco de uva, iogurte de frutas e de morango, além de arroz orgânico.

Este, inclusive, já fazia parte da merenda no ano passado e segue sendo fornecido às escolas. Apenas não é considerado orgânico in natura por passar por beneficiamento.

O anúncio vem na sequência do movimento de recuo feito pelo prefeito João Doria na ideia de distribuir a farinata, granulado feito a partir de alimentos próximos do vencimento, junto à merenda escolar.

*Informações do repórter Fernando Martins