Após vistorias, Prefeitura de SP descarta risco de novos desabamentos na cidade

  • Por Jovem Pan
  • 30/07/2018 06h24
Marcelo Camargo/Agência BrasilO secretário de Habitação, Fernando Chucre, ressaltou que a análise envolve mais de 3,5 mil famílias

A Prefeitura de São Paulo descartou o risco de novos desabamentos de prédios ocupados na capital. Após a queda do Edifício Wilton Paes de Almeida, no Largo do Paissandú, em maio, o governo municipal vistoriou 71 edificações, e 56 endereços ocupados por moradores.

O secretário de Habitação, Fernando Chucre, ressaltou que a análise envolve mais de 3,5 mil famílias: a ideia da Prefeitura é onde for possível ter alguma ação, em conjunto com movimentos de moradia para reduzir o risco. A ideia da Habitação é evitar ao máximo as reintegrações de posse”.

Questionado se na análise ficou evidente o comércio de moradias improvisadas, Chucre falou em exceção: isso é minoria. O caso daquela ocupação que tinha movimento que comercializava espaços é caso à parte. A maioria dos edifícios são maioria que estão com ocupações organizadas por movimentos de moradia que atuam em São Paulo há muitos anos”.

Para ele, segundo a análise feita pela Prefeitura, no geral, a situação é muito menos preocupante do que nós imaginávamos no início dessas vistorias”.

A Prefeitura divulgará nessa semana o resultado da vistoria em 71 prédios ocupados em São Paulo.

*Informações do repórter Marcelo Mattos