App de transporte cria núcleo de segurança para combater crimes cometidos por meio da plataforma

  • Por Jovem Pan
  • 11/12/2017 06h37
Oswaldo Corneti/Fotos PúblicasAtenta ao crescimento de crimes que têm motoristas ou usuários de aplicativos de transporte como alvos, a 99 se mobilizou

A Divisão Antissequestro da Polícia de São Paulo realizou nos últimos dias a prisão de um homem de 19 anos, líder de uma quadrilha de sequestradores que utilizava aplicativos de transporte para atrair as vítimas.

Não haveria novidade não fosse o fato de os investigadores terem recebido informações obtidas núcleo de segurança da startup de mobilidade 99.

Atenta ao crescimento de crimes que têm motoristas ou usuários de aplicativos de transporte como alvos, a empresa se mobilizou. Foi criado um núcleo de segurança, com profissionais de diferentes áreas e tecnologia de ponta para o monitoramento e prevenção de crimes.

Leonardo Soares, diretor de inteligência da 99, explicou que a colaboração acontece de duas formas: quando a empresa é acionada pelas autoridades ou quando fornece espontaneamente as informações que podem impedir um crime.

“Essa equipe mista e nós contamos com ex-militares, cientistas de dados, pessoas olhando algoritmos e toda uma carga muito grande de tecnologia envolvida para que tenhamos, no início de uma corrida, a certeza que a pessoa que está chamando a corrida é mesmo aquela pessoa”, disse.

No caso específico dos sequestros, a parceria com a polícia tem sido bastante produtiva, já que ajudou a reduzir no número de casos no último mês.

*Informações do repórter Carlos Aros