Às vésperas de viagem aos EUA, Bolsonaro decide demitir embaixador em Washington

  • Por Jovem Pan
  • 14/03/2019 06h19
Roque Sá/Agência SenadoO “bilhete azul”, segundo Bolsonaro, será apresentado depois da visita aos EUA, uma espécie de aviso prévio

A menos de uma semana da viagem aos Estados Unidos, Jair Bolsonaro decidiu demitir o embaixador em Washington, Sérgio Amaral. O presidente adiantou que trocará 15 representantes brasileiros no exterior.

Neste caso, do ex-ministro da Indústria e Comércio e ex-porta-voz do Governo FHC, o “bilhete azul”, segundo Bolsonaro, será apresentado depois da visita aos EUA, uma espécie de aviso prévio.

Bolsonaro considera que o embaixador não está vendendo a boa imagem do Brasil no exterior e, por isso, deve ser trocado. O próprio presidente admitiu que está sendo visto como ditador, machista e homofóbico, e ele mesmo conclui que não é nada disso.

O desafio do Governo é substituir essa imagem do presidente em ao menos três viagens internacionais. Jair Bolsonaro vai em busca do reconhecimento do status de grande aliado dos Estados Unidos.

*Informações do repórter José Maria Trindade