Assassino de ator Rafael Miguel e família é suspeito de vender peças automotivas roubadas

  • Por Jovem Pan
  • 27/06/2019 07h34
Divulgação/Polícia CivilPolícia divulgou possíveis disfarces de Paulo Cupertino, que permanece foragido

A Polícia Civil de São Paulo apreendeu centenas de peças automotivas sem procedência em um desmanche de carros.  O local pertence ao comerciante Paulo Cupertino, suspeito de matar a tiros o ator Rafael Henrique Miguel e os pais dele, Miriam Selma Miguel e João Alcísio Miguel.

Cupertino está foragido desde o dia 9 de junho, data dos assassinatos.

A ação foi deflagrada por policiais da 3ª Delegacia de Investigações sobre Desmanches Ilegais. A equipe encontrou lacres e tarjetas de placas e módulos de acionamento de partida de veículos.  A suspeita é que o local fosse usado para adulterar carros roubados.

O material apreendido foi recolhido para análise e na mesa da loja havia uma foto de Paulo Cupertino montado em uma moto.  O comerciante já havia sido indiciado por furtos, roubos, associação criminosa e até um assalto a um banco na década de 1990.

Paulo Cupertino Matias, de 48 anos, é considerado foragido da Justiça pelos assassinatos do ator de “Chiquititas” e dos pais dele. A motivação do crime é investigada pela polícia, mas a principal hipótese é de que ele não aceitava o namoro de Rafael Miguel com a filha, Isabela Tibcherani.

*Com informações da repórter Natacha Mazzaro