Associação alerta para falta de medicamento para imunodeficiência em Estados do Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 09/01/2018 06h32 - Atualizado em 09/01/2018 06h32
PixabayO insumo é essencial para a vida dos pacientes com imunodeficiências primárias

A Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (Asbai) fez um alerta sobre a falta de imunoglobulina humana, medicamento fornecido pelo Sistema Único de Saúde, o SUS.

O insumo é essencial para a vida dos pacientes com imunodeficiências primárias.

De acordo com Ekaterini Goudoyris, membro da Comissão Científica da Associação, quem sofre dessa condição tem problemas para produzir anticorpos que protejam o organismo de infecções. “A pessoa nasce com problema para produzir anticorpo. Se a pessoa nasce com defeito nisso tem mais chances de infecções graves, ela não tem o sistema de defesa dela completo”.

Segundo a médica, as aplicações, em média, são realizadas mensalmente aos pacientes, para que não haja prejuízos e riscos de contrair infecções.

Mas, de acordo com a Asbai, há aproximadamente três meses, em alguns Estados brasileiros como SP, RJ, MG, PE e RS, os pacientes não têm recebido normalmente a medicação.

Consultado pela reportagem da Jovem Pan, o Ministério da Saúde informa que inicia na partir dessa semana o envio do medicamento Imunoglobulina 5g aos almoxarifados das Secretarias Estaduais de Saúde.

A partir daí, segundo a pasta, a distribuição dos insumos aos municípios é de responsabilidade das Secretarias de Saúde de cada Estado.

*Informações do repórter Fernando Martins