Auditor da Receita é preso por envolvimento com donos de distribuidoras de combustíveis

  • Por Jovem Pan
  • 16/08/2018 07h05
Tânia Rêgo/Agência BrasilEntre as vantagens recebidas, uma viagem para a Disney com a família com todas as despesas pagas

Um auditor da Receita Federal foi preso nesta quarta-feira (15) pela suspeita de estar envolvido numa quadrilha de donos de distribuidoras de combustível.

Luis Fernando Celani foi preso em casa, em Campinas, no interior de São Paulo na segunda fase da Operação Rosa dos Ventos da Polícia Federal.

O delegado Victor Ferreira explicou qual era o envolvimento do auditor com os donos de distribuidoras de combustíveis: “ele prestava assessoria para a organização criminosa nestas questões que ela tinha de interesse na Receita Federal”.

Entre as vantagens recebidas, uma viagem para a Disney com a família com todas as despesas pagas. Para receber o benefício, o auditor Luis Fernando era muito solícito com os amigos empresários.

Certa vez, chegou a ajudá-los a liberar um carro de luxo e dois lotes de vinhos que ficaram retidos no aeroporto de Viracopos, em Campinas.

Os investigadores descobriram também o pagamento de propina a um ex-conselheiro do CARF, que chegou a virar alvo da Operação Zelotes, de 2015. O auditor foi preso junto com outros três suspeitos de participar do esquema.

Eles estavam sendo investigados ao longo dos últimos anos. Juntos, eles abriam empresas em nome de laranjas. Praticavam preços bem abaixo do mercado e, com isso, quebravam empresas concorrentes. Quando caíam na malha fina, fechavam as portas e abriam uma nova empresa. De acordo com as investigações, o rombo deixado por eles com a sonegação de impostos chega a R$ 5 bilhões.

*Informações do repórter Caio Rocha