Auditoria em Unidade Prisional da PM, onde Pezão segue detido, não encontra irregularidades

  • Por Jovem Pan
  • 06/12/2018 06h23
Reprodução/TV GloboA auditoria da PM constatou que todos os presos recebem o mesmo tratamento

Inspeção em prisão onde está detido o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, não detecta nenhuma irregularidade. Apesar de denúncias, uma auditoria na Unidade Prisional da PM, em Niterói, não encontrou nenhuma ilegalidade.

As denúncias anônimas não apontavam quem seriam os beneficiados pelas tais irregularidades.

Desde quinta-feira passada Pezão está preso após ser alvo de um desdobramento da Operação Lava Jato no Estado. Ele é acusado de ter embolsado mesadas de R$ 150 mil com direito a 13º e de ter acumulado cerca de R$ 40 milhões em propina ao longo de 2007 a 2015.

A auditoria da PM constatou que todos os presos recebem o mesmo tratamento. Pezão até agora não recebeu a visita da família, mas seus advogados têm comparecido frequentemente.

Pezão está em uma Sala do Estado Maior por ter a prerrogativa de foro até o dia 31 de dezembro.

*Informações do repórter Rodrigo Viga