Autoridades: Possibilidade de sobreviventes após queda de avião na Indonésia é quase nula

  • Por Jovem Pan
  • 30/10/2018 09h08
EFE/ Mast Pelo menos seis corpos já foram recuperados do mar, mas as equipes de resgate continuam as buscas

As autoridades na Indonésia afirmaram que a possibilidade de sobreviventes após a queda do avião da Lion Air é quase nula. A aeronave com 189 pessoas a bordo caiu no mar de Java poucos minutos após a decolagem.

Eram 179 adultos, uma criança, dois bebês, dois pilotos e cinco tripulantes. Vinte passageiros eram funcionários do Ministério das Finanças da Indonésia. O avião saiu do Aeroporto de Jacarta, na manhã de segunda-feira (29), e tinha como destino uma cidade na ilha de Bangka.

Pelo menos seis corpos já foram recuperados do mar, mas as equipes de resgate continuam as buscas. Robôs submarinos estão sendo usados como reforço. As autoridades afirmam que conseguiram recuperar apenas partes de corpos, que junto com detritos do avião e pertences pessoais foram levados para identificação.

Antes de desaparecer do radar, o voo solicitou ao controle de tráfego aéreo permissão para retornar ao aeroporto, mas não indicou nenhuma emergência. A AirNav Indonesia, agência que supervisiona a navegação aérea, disse que outra aeronave teve prioridade para o pouso, e que depois disso perdeu o contato com o avião da Lion Air.

Um dia antes, a mesma aeronave havia relatado problemas em um voo de Bali a Jacarta. No entanto, de acordo com a companhia aérea, engenheiros repararam o problema e informaram que o avião estava pronto para voar. Agora, as autoridades tentam descobrir o que motivou a queda do voo JT 610.

*Informações da repórter Marcella Lourenzetto