Bancada ruralista tem até esta terça para validar MP do parcelamento de dívidas com Funrural

  • Por Jovem Pan
  • 28/11/2017 06h24 - Atualizado em 28/11/2017 11h41
EFE/Joédson AlvesA medida provisória do parcelamento das dívidas do Funrural pode perder a validade se não for concluída nesta terça-feira (28)

A mais tradicional bancada do Congresso, o maior grupo de pressão entre deputados e senadores, se divide e pode amargar uma derrota importante.

A medida provisória do parcelamento das dívidas do Funrural pode perder a validade se não for concluída nesta terça-feira (28). Difícil demais. A relatora, deputada Teresa Cristina, que está sem partido, avalia que o prejuízo será muito grande para o setor.

Esse debate é sobre a contribuição social dos trabalhadores rurais, e a MP está em vigor e regulamenta a regularização tributária rural.

Os líderes ruralistas articulam até a inclusão do texto em uma outra MP ou projeto de lei.

Esse é um setor importante do agronegócio que quer a anulação das dívidas antigas, e outros querem a MP. A anulação das dívidas não está no texto. Apenas o perdão de juros e multas.

A dívida do Funrural foi acumulada com a disputa judicial, que, agora, foi decidida pelo Supremo Tribunal Federal. Os produtores rurais terão de pagar, e o acumulado é muito grande, considerado por alguns como até uma onda de quebradeira no setor.

*Informações do repórter José Maria Trindade