Barroso compara julgamento da prisão em 2ª instância com partida de futebol

  • Por Jovem Pan
  • 26/10/2019 10h42 - Atualizado em 26/10/2019 14h21
Fellipe Sampaio/SCO/STFO ministro do STF ainda comentou os ataques a corte e disse que discordar é da democracia, mas é necessário respeito

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luis Roberto Barroso, disse que o julgamento da prisão em segunda instância na Corte está em aberto. Até agora, o placar está em 4 a 3 a favor do início do cumprimento da pena antes do chamado trânsito em julgado.

O julgamento foi suspenso na quinta-feira (24) e deve ser retomado no início de novembro.

Nesta sexta-feira (25), Luis Roberto Barroso comparou a discussão ao desfecho de um jogo de futebol, quase sempre definido no fim. O ministro do STF ainda comentou os ataques a corte e disse que discordar é da democracia, mas é necessário respeito.

“Julgamento é como jogo de futebol. Só acaba quando termina. A divergência e a critica são legitimas em uma democracia, a agressão e a violência não.” Barroso votou a favor da prisão em segunda instância.

O ministro participou de evento com advogados e juízes em Santo André, no ABC paulista.

Mais cedo, no mesmo evento, o procurador da República e coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, afirmou que o Ministério Público Federal teme uma mudança de entendimento do Supremo em relação à prisão em segunda instância.

Caso isso se confirme, Dallagnol não descarta recorrer ao próprio STF no ano que vem, quando a composição da corte vai mudar.

O procurador Deltan Dallagnol ainda fez críticas ao sistema judiciário e disse que as “engrenagens da Justiça” são ajustadas para não punir os poderosos.

*Com informações da repórter Victoria Abel