Bento Albuquerque descarta saída do ministério de Minas e Energia

  • Por Jovem Pan
  • 17/12/2019 07h23 - Atualizado em 17/12/2019 07h46
Alan Santos/PRSobre o processo de capitalização da Eletrobras, Bento Albuquerque mantém a expectativa que o PL sobre o tema será aprovado no 1º semestre de 2020

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque Júnior, afirmou nesta segunda-feira (16), no Rio de Janeiro, que não pretende sair da pasta. Ao longos dos últimos dias, boatos rondam o Ministério após relatos de insatisfação vindos do Governo.

A quem diga que o Ministério continua muito fechado e ouvindo pouco o mercado – e a velocidade de mudanças estariam aquém do desejado.

No entanto, na segunda-feira, Albuquerque afirmou que as portas da sua pasta estão sempre abertas para diálogos, conversas e eventuais correções de rumo – mas que em nenhum momento Jair Bolsonaro apresentou críticas ou desejo de retirá-lo do cargo.

“Quem tem que ficar satisfeito ao não com o meu trabalho é o presidente da República, e em relação a isso ele nunca manifestou desagrado em relação ao trabalho que a gente está conduzindo. Me causa surpresa esse tipo de notícia”, alegou.

Sobre o processo de capitalização da Eletrobras, Bento Albuquerque mantém a expectativa que o PL sobre o tema será aprovado no 1º semestre do ano que vem no Congresso. Nem mesmo as eleições municipais, de acordo com ele, podem contaminar esse cronograma da privatização da geradora de energia.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga