Bilionário americano George Soros doa quase R$ 2 mi em campanha para reverter o Brexit

  • Por Ulisses Neto/Jovem Pan
  • 08/02/2018 10h00
EFEO magnata, que nasceu na Hungria, já doou o equivalente a quase dois milhões de reais para o movimento chamado Best for Britain, ou o Melhor para a Bretanha

Muita gente ainda não está convencida de que a Grã-Bretanha vai mesmo deixar a União Europeia daqui a um ano.

Tanto é que a mobilização para tentar reverter o resultado do referendo de 2016 tem ganhado cada vez mais força com apoio político e financeiro de peso.

A questão é que essa força adicional vem de fontes bastante controversas.

O jornal The Guardian publica nesta quinta-feira (08) que o bilionário americano George Soros é um dos grandes financiadores da campanha para reverter o Brexit.

O magnata, que nasceu na Hungria, já doou o equivalente a quase dois milhões de reais para o movimento chamado Best for Britain, ou o Melhor para a Bretanha.

O curioso é que ao construir sua impressionante fortuna, Soros faturou alto especulando contra a moeda do Reino Unido em um episódio que afastou um pouco mais os britânicos dos europeus.

O americano lucrou mais de um bilhão de libras em 1992 no episódio conhecido como quarta-feira negra, quando o banco central da Inglaterra quebrou e o país foi obrigado a sair do sistema monetário europeu.

À época, Soros virou uma espécie de bode expiatório da opinião pública britânica durante a crise no governo John Major.

Mas o economista não é a única figura de peso a investir na campanha para reverter o Brexit. No campo político, Tony Blair, o ex-primeiro-ministro trabalhista, líder do New Labour, tenta conquistar apoio para convocar um novo referendo para definir a separação da União Europeia.

Por mais que as negociações com a Europa estejam realmente muito enroladas e uma separação definitiva do continente não pareça nem perto de acontecer nos próximos anos, reverter completamente o Brexit seria uma virada de mesa à tropicana que não se costuma ver por essas bandas.

A ver os desdobramentos.