BNDES pode não devolver R$ 130 bi ao Governo neste ano, afirma diretor do banco

  • Por Jovem Pan
  • 03/01/2018 06h32
Agência BrasilSegundo ele, o BNDES tem de repassar este ano cerca de R$ 70 bilhões ao PIS e ao FAT. A maior parte, quase R$ 50 bilhões ao fundo de amparo

O BNDES não terá como devolver ao Governo federal este ano os R$ 130 bilhões aguardados caso tenha que fazer aportes ao PIS/Pasep e ao FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador).

A declaração foi dada nesta terça-feira (02) pelo diretor-financeiro do banco, Carlos Tadeu de Freitas. Segundo ele, o BNDES tem de repassar este ano cerca de R$ 70 bilhões ao PIS e ao FAT. A maior parte, quase R$ 50 bilhões ao fundo de amparo.

Por outro lado, o Governo aguarda a devolução de R$ 130 bilhões. Isso porque nos governos do PT, o Tesouro Nacional irrigou o BVNDES com mais de R$ 500 bilhões para serem usados em financiamentos para empresas e governos.

Em 2016, o BNDES devolveu mais de R$ 100 bilhões e mais R$ 50 bilhões no ano passado.

Em recente projeção, o Banco Central apontou que o endividamento do setor públicos pode chegar perto de 80% do PIB caso o BNDES não consiga fazer a devolução dos R$ 130 bilhões.

Carlos Tadeu de Freitas disse que ainda é cedo para que o banco irá conseguir atender a demanda, mas é preciso ficar claro: ou R$ 130 bilhões para PIS e FAT ou R$ 130 bilhões para o Governo federal.

Uma definição sobre a devolução dos recursos ao Governo só deve ser tomada no segundo semestre deste ano.

*Informações do repórter Rodrigo Viga