BNDES quer processar irmãos Joesley e Wesley Batista por perdas na empresa após delação

  • Por Jovem Pan
  • 16/08/2017 07h07 - Atualizado em 16/08/2017 12h01
O banco vai defender, na assembleia de acionistas da JBS, programada para 1º de setembro, que a empresa abra um processo de responsabilidade

O BNDES quer processar os irmãos Batista por prejuízos causados à JBS.

O banco vai defender, na assembleia de acionistas da JBS, programada para 1º de setembro, que a empresa abra um processo de responsabilidade contra os irmãos Wesley e Joesley Batista e outros executivos e ex-executivos por prejuízos causados à empresa em consequência das delações à PGR.

O BNDES é sócio, com pouco mais de 20% da empresa, através do BNDESpar. O BNDES quer também a saída de Joesley da presidência executiva da companhia. O banco quer que o processo seja aberto em 90 dias a partir da realização da assembleia e que seja contratada auditoria externa independente para a apuração dos valores dos danos causados pelos crimes confessados pelos executivos.

Especula-se internamente que o prejuízo seja de bilhões de reais. Nesta terça-feira (15), Wesley Batista anunciou que por conta da turbulência envolvendo a empresa os planos para abertura de capital, um IPO, estão sendo adiados.

*Informações do repórter Rodrigo Viga