Bolsonaro admite que pode não ter o apoio do Congresso: ‘Pode acontecer’

  • Por Jovem Pan
  • 23/11/2018 08h58
Valter Campanato/Agência Brasil“Alguns dizem que não vou ter apoio do Parlamento. Pode acontecer. Não estamos fazendo a política tradicional”, disse

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, afirmou nesta quinta-feira (22) que há a possibilidade de seu Governo não ter o apoio do Congresso.

Após um encontro com os futuros comandantes das Forças Armadas, Bolsonaro disse que está fazendo uma política diferente da tradicional, para evitar que o Estado seja ineficiente e corrupto.

“Alguns dizem que não vou ter apoio do Parlamento. Pode acontecer. Não estamos fazendo a política tradicional”, disse.

Hoje, o partido de Bolsonaro, o PSL, elegeu a segunda maior bancada da Câmara, com 52 parlamentares. A primeira é a do PT, com 56 deputados.

O presidente eleito também afirmou que propôs durante o encontro que os comandantes militares fiquem na Esplanada dos Ministérios. Hoje, os comandos da Marinha e da Aeronáutica funcionam na Esplanada. Já o comando do Exército fica no Setor Militar Urbano.

“Inclusive propus trazer de volta para cá os comandos militares”, disse.

Em 1999, no Governo Fernando Henrique Cardoso, foi criado o ministério da Defesa, e as três forças armadas ficaram subordinadas a pasta. Antes disso, a Marinha, o Exército e a Aeronáutica ficam na Esplanada, e seus chefes tinham o cargo de ministro. O que não ocorre mais.

*Informações do repórter Arthur Scotti