Bolsonaro ameaça não se envolver em eleição municipal sem aval a novo partido

  • Por Jovem Pan
  • 16/01/2020 06h20 - Atualizado em 16/01/2020 08h46
O evento do próximo sábado (18) em Brasília, tem como objetivo garantir a coleta de assinaturas de apoio à criação da nova legenda

Com evento do Aliança pelo Brasil marcado para esse final de semana em Brasília, o presidente Jair Bolsonaro avisou que não pretende se envolver nas eleições municipais se não conseguir formalizar a criação do novo partido a tempo de concorrer nas eleições municipais de outubro.

O presidente negou que tenha a intenção de viajar pelo país para tentar garantir as assinaturas necessárias e explicou que o trabalho será feito da capital federal. Bolsonaro, por exemplo, já participou de uma videoconferência da legenda lá no Ceará e deve prestigiar o evento aqui de Brasília.

O estatuto do partido prevê o recebimento de recursos do chamado fundão, que esse ano deverá receber R$ 2 bilhões em recursos públicos. O presidente pretende sancionar a proposta aprovada pelo Congresso, mas tem defendido que a população não vote em candidatura que utilizar os recursos.

“Eu agradeço todos aqueles que estão de forma voluntária indo aos cartórios reconhecer firma, mandando. Espero brevemente criar um novo partido que não vai ter fundão esse ano, nem em 2022. Não vai usar o dinheiro que sai do povo e poderia ser usado em outro local. Meu partido vai receber, mas se eu for reeleito não vamos usar esse recurso aí.”

O evento do próximo sábado (18) em Brasília, tem como objetivo garantir a coleta de assinaturas de apoio à criação da nova legenda. São necessárias cerca de 500 mil assinaturas de todo o país para que o Aliança pelo Brasil seja reconhecido pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Para concorrer em outubro, o partido precisa ser criado até abril.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin