Bolsonaro assina decreto que estimula desenvolvimento regional

  • Por Jovem Pan
  • 31/05/2019 06h44
Fátima Meira - Estadão ConteúdoMinistro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, quer transmitir conhecimento

O governo apresentou ao Palácio do Planalto a nova política de desenvolvimento regional para o país, que atualiza a primeira versão da proposta apresentada há mais de 12 anos. Foram anunciados também planos regionais da Amazônia, Nordeste e Centro Oeste.

Os decretos foram assinados pelo presidente Jair Bolsonaro e têm como objetivo, segundo ele, possibilitar a criação de novas oportunidades, desenvolvimento econômico, geração de renda e melhoria da vida da população.

“Estamos aqui hoje observando um dos tratados fundamentais da nossa Constituição, garantir o desenvolvimento nacional e reduzir a desigualdade regionais”, declarou.

No curto prazo, o governo fala em levar internet estável e gratuita a órgãos dos governos federais e estaduais no Nordeste; garantir internet para prefeituras, escolas e hospitais.

Segundo o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, além da transmissão de dados, a ideia é garantir também a transmissão de conhecimento. O ministro explica também que o governo quer mudar a forma como as políticas regionais são pensadas no país.

“Estamos como uma visão muito menos assistencialista e mais produtiva, a gente quer dotar as regiões, induzir e promover o desenvolvimento para que essas regiões possam depois dos investimentos andarem com as próprias pernas e terem seu desenvolvimento garantido”.

O objetivo é reduzir as desigualdades econômicas e sociais, impulsionando as economias locais, evitando a concentração dos recursos e garantindo maiores investimentos no interior do país.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin