Bolsonaro confirma viagem à Argentina em junho para encontro com Macri

A agenda internacional de Bolsonaro está intensa; incluindo ainda uma visita a Nova York em maio

  • Por Jovem Pan
  • 25/04/2019 08h10
Alan Santos/PRPara os argentinos que se encontram numa grave crise, receber um dos principais parceiros econômicos é fundamental

O presidente da República, Jair Bolsonaro, vai à Argentina se encontrar com o presidente do país vizinho, Maurício Macri, em Buenos Aires, no mês de junho.

A visita ocorrerá pouco antes da realização da cúpula do Mercosul, marcada para julho na cidade argentina de Santa Fé.

No encontro, os presidentes darão seguimento a assuntos iniciados durante a visita de Macri a Brasília em janeiro, como a modernização do bloco sul-americano e a crise na Venezuela.

O professor de Direito Internacional da FMU, Manuel Furriela, apontou que a ida tem um significado simbólico muito importante.

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, esteve na Argentina e se encontrou com Macri no começo deste mês entendendo que a relação entre os dois países é tão densa e tradicional que são imprescindíveis as visitas presidenciais com maior frequência.

Para os argentinos que se encontram numa grave crise, receber um dos principais parceiros econômicos é fundamental.

A agenda internacional de Bolsonaro está intensa; incluindo ainda uma visita a Nova York, nos Estados Unidos, em maio, quando será homenageado como personalidade do ano pela Câmara Americana de Comércio. Ele também irá a Pequim e Xangai, na China, no mês de agosto.

*Informações do repórter Daniel Lian