Bolsonaro deve se desfiliar do PSL essa semana; convenção do Aliança está marcada para quinta

  • Por Jovem Pan
  • 18/11/2019 06h42 - Atualizado em 18/11/2019 08h30
Flickr/Palácio do PlanaltoOs deputados que apoiam o presidente da República não escondem a intenção de fazer dele o presidente também do novo partido

O presidente Jair Bolsonaro deve confirmar nesta semana a desfiliação do PSL. A convenção do novo partido, Aliança pelo Brasil, está marcada para quinta-feira (21). Por isso, a expectativa é de que, antes, Bolsonaro envie à sigla o pedido de desligamento.

“Me desfilio nos próximos dias, agradeço todo o apoio e consideração que tive até o momento. É uma separação amigável. Boa sorte ao presidente do partido, aqueles que apoiaram. Vão ser felizes todo mundo. Cada um segue o seu destino.”

Por conta do risco do PSL cumprir as ameaças e expulsar um grupo de deputados ligado a Jair Bolsonaro, o presidente tem recomendado cautela. A deputada Carla Zambelli explica que o mandatário pediu que sejam evitados atritos.

“O presidente pediu para ninguém criticar o PSL, para que, ainda que queiramos estar no novo partido, tenhamos esse cuidado. Não se fala mal da casa que acolheu a gente.”

O Aliança pelo Brasil já está com a primeira convenção marcada para quinta-feira em Brasília. O objetivo é já definir o estatuto do partido, eleger as lideranças e o possível presidente da legenda.

Os deputados que apoiam o presidente da República não escondem a intenção de fazer dele o presidente também do novo partido.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin