Bolsonaro terá novo encontro com Feder; escolha para o MEC segue indefinida

  • Por Jovem Pan
  • 04/07/2020 07h37 - Atualizado em 04/07/2020 09h55
Isac Nóbrega/PRJair Bolsonaro deverá aproveitar o fim de semana para a avaliar as repercussões

O secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, segue cotado pelo presidente Jair Bolsonaro para assumir o Ministério da Educação. Bolsonaro o convidou novamente para ir à Brasília, onde os dois deverão voltar a conversar. A avaliação dentro do governo é de que não há mais espaço para erros. Por causa disso, o presidente ainda não formalizou a escolha.

Jair Bolsonaro deverá aproveitar o fim de semana para a avaliar as repercussões na imprensa, entre apoiadores e nas diversas alas que existem dentro do governo.

Weintraub

No Distrito Federal, a Justiça Federal decidiu arquivar ação popular que tentava suspender a indicação do ex-ministro Abraham Weintraub para o cargo de diretor do Banco Mundial. No pedido, o deputado Ivan Valente alegava que a indicação tinha desvio de finalidade por atender interesses pessoais e não públicos. A ação lembra também que Weintraub é investigado em dois inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF), um por ter defendido a prisão de ministros do Supremo e outro por racismo, diante da declaração de que os chineses seriam responsáveis pela pandemia do coronavírus.

A Justiça entendeu, no entanto, que a divulgação de fatos e opiniões nas redes sociais não pode ser usada como justificativa para que o Judiciário interfira em assuntos do Executivo.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin