Bolsonaro fala em reeleição e pretende eleger 100 deputados pelo Aliança  

  • Por Jovem Pan
  • 06/01/2020 06h19
Antônio Cruz/Agência BrasilBolsonaro disse que nem sempre vai conseguir agradar a todos e concordou com a necessidade das críticas

O presidente Jair Bolsonaro se mostrou otimista com as perspectivas para a formação do novo partido, o Aliança pelo Brasil. Durante uma live realizada pelo Facebook, no fim de semana, ele conversou com pessoas do Ceará sobre a criação da nova legenda.

De forma descontraída e vestindo a camisa do Palmeiras, Bolsonaro disse acreditar que o Aliança pelo Brasil conseguirá ter em 2022 a representação de 100 deputados federais.

Ele ainda reiterou que isso será possível porque o partido está se organizando com antecedência e que os parlamentares serão bem selecionados.

“Eu acho que se eu tiver bem, se chegar a conclusão que devo buscar a reeleição, acho que dá para fazer uma bancada com 100 deputados federais. Porque agora, ao formar o partido esse ano, teremos tempo para organizar em cada estado e botar o número de candidatos que chame a atenção do eleitorado e as pessoas vão votando com a certeza que vai votar em gente que foi peneirada.”

Ainda falando sobre a criação do Aliança Pelo Brasil, Jair Bolsonaro afirmou que a legenda não contará com o valor do fundo eleitoral nas eleições de 2022.

“Mesmo que seja sancionado por mim esse fundão, meu futuro partido vai ter zero. Isso leva em conta o número de candidatos que foram eleitos em 2018 e o meu partido não elegeu ninguém porque não existia.”

O presidente da República também fez um breve balanço sobre as mudanças realizadas durante este primeiro ano de governo. Ele afirmou que “o carro chefe” do início do mandato foi a economia e a segurança.

Jair Bolsonaro falou ainda que a mudança no Brasil não é um sonho e sim um compromisso. Ele falou também sobre a inviabilidade de se governar o país sozinho e lembrou da importância do apoio de parlamentares e dos poderes Legislativo e Judiciário.

“Eu sozinho aqui não posso fazer quase nada. Precisamos do Legislativo, precisamos do Judiciário. Em alguns momentos eles tem se mostrado presentes nessas questões”.

O presidente da República também abordou, na transmissão ao vivo, as críticas que tem recebido dos eleitores. Bolsonaro disse que nem sempre vai conseguir agradar a todos e concordou com a necessidade das críticas, no entanto, pediu mais ponderação e análise prévia antes de julgá-lo.

*Com informações da repórter Camila Yunes