Bolsonaro lança campanha da Semana do Brasil com descontos no varejo

  • Por Jovem Pan
  • 04/09/2019 10h06 - Atualizado em 04/09/2019 10h45
Alan Santos/PR Presidente pediu a população que saia de verde e amarelo no final de semana

O  governo lançou, nesta terça-feira (3), a campanha Semana do Brasil, que pretende incentivar a criação, no mês de setembro, de uma data importante para o comércio. A iniciativa reúne 4.680 empresas de todo o país, que deverão descontos entre os dias 6 e 15 de setembro. A campanha foi inspirada em inciativas como a dos Estados Unidos, que costuma realizar  promoções em feriados nacionais.

O secretário de comunicação do governo, Fábio Wajngarten, explica que setembro é tradicionalmente um mês fraco, sem qualquer data comemorativa. Por isso, o governo acredita que os descontos deverão atrair os consumidores.

Ele, inclusive mandou um recado para quem chamou de “pessimistas”. “Todas as datas de calendário do comércio tem anos de vida, décadas, sejamos persistentes e pacientes. A própria Black Friday demorou para se consolidar e acabou sendo construída no varejo brasileiro. Por isso, devemos ter perseverança, nos próximos anos, na construção do 7 de setembro como data símbolo da Semana do Brasil”, disse.

Enquanto isso, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) adotou um discurso nacionalista e convidou a população para participar das comemorações do próximo sábado (7). “É um momento que nós estamos nos reencontrando com as cores da nossa bandeira e com o seu lema, ‘Ordem e Progresso’. O Brasil vai sair dessa. Nós, juntos, vamos fazer o Brasil sair diferente. Vamos, lá na frente, apesar de um orçamento bastante complicado, vamos, sim, se Deus quiser, dar a volta por cima.”

O presidente pediu a população que saia de verde e amarelo no final de semana. Logo depois do desfile de 7 de setembro, Bolsonaro embarcará para São Paulo, onde será operado no domingo (8), pela manhã.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin