Bolsonaro pede que população denuncie incêndios criminosos na Amazônia

  • Por Jovem Pan
  • 23/08/2019 07h52
Reprodução/Facebook Presidente pediu que denúncias sejam enviadas ao general Augusto Heleno

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) fez uma apelo, nesta quinta-feira (22), á população da Amazônia. Diante das queimadas na região, ele pediu que as pessoas enviem, pelo Twitter, informações  que possam apontar possíveis responsáveis pelos incêndios ao chefe do gabinete de Segurança Institucional da Presidência, o general Augusto Heleno.

“Qualquer denúncia do pessoal da região da Amazônia, que esteja pegando fogo, pode fazer. Se tiver suspeita ou a certeza de que tem pessoas que estão tocando fogo de forma criminosa, denuncie, coloque aqui, as inteligências da União vão buscar solução para esse caso”, declarou, enquanto mostrava o nome de usuário de Heleno (@gen_heleno) em uma transmissão ao vivo.

Bolsonaro citou a existência de vídeos que apontariam para uma atitude criminosa na região. Ele disse que não vai citar nomes já que ainda não tem provas, mas dentro do governo a informação é que o Palácio do Planalto tem recebido denúncias de que parte das queimadas teriam como objetivo manchar a imagem do país no exterior.

Ele admitiu, ainda, que não há recursos suficientes para resolver o problema e que, mesmo que o Fundo Amazônia estivesse recebendo doações normalmente, “ongueiros não combatem incêndio”.  Segundo o presidente, há denúncias, também, de que proprietários de terras teriam iniciado as queimadas. “Pode, pode ser fazendeiro, pode. Todo mundo é suspeito, mas a maior suspeita vem de ONGs“.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin