Bolsonaro: São 80% de chances de sair do PSL e 90% de criar um novo partido

  • Por Jovem Pan
  • 04/11/2019 09h21
Alan Santos/PRBolsonaro afirmou também que o desastre ambiental envolvendo o vazamento de óleo no Nordeste brasileiro "vai se agravar"

O presidente Jair Bolsonaro disse, em entrevista a Record TV na noite deste domingo (3), que as chances de deixar o PSL são de 80%. Além disso, ele ainda declarou que as chances de criar um novo partido seriam ainda maiores: em torno de 90%.

“São 80% [de chances] para sair e 90% para criar um novo partido. Ele vai começar do zero, sem televisão, sem fundo partidário, sem nada”, declarou.

Bolsonaro reclamou que tem “pagado a conta” por qualquer desvio que a sigla cometa e negou estar agindo puramente para obter controle do fundo partidário. O mandatário disse ainda que que a alternativa de deixar a legenda se justifica pela possibilidade de indicar candidatos para as eleições municipais.

“Até março eu teria um partido e, dos quase 6 mil municípios brasileiros, teria pelo menos 200 candidaturas. Eu estaria feliz com isso porque poderia escolher quem, de fato, concorreria às prefeituras”, explicou o presidente.

Óleo no Nordeste

Bolsonaro afirmou também que o desastre ambiental envolvendo o vazamento de óleo no Nordeste brasileiro “vai se agravar”. O presidente mantém a versão de que se trata de uma ocorrência criminosa – e que a densidade do petróleo pode contribuir para piorar a situação.

“A densidade do petróleo é um pouco superior a da água salgada, então ele vem de baixo. Ele pode ter passado pelo Brasil e retornado para a costa africana ou para outro local qualquer. Então temos o anúncio de uma catástrofe muito maior que está por ocorrer por causa desse vazamento que, pelo o que tudo parece, foi criminoso”, finalizou.

*Com informações do repórter Tiago Muniz