Bolsonaro tenta organizar base para garantir aprovação de MP da reforma administrativa

O setor político entende que o Governo corre contra o temp

  • Por Jovem Pan
  • 13/05/2019 06h05
Marcos Corrêa/Presidência da RepúblicaA devolução do Coaf para o Ministério da Economia foi aprovada e acabou provocando divisões no Governo

O grande desafio político do presidente Jair Bolsonaro é organizar, a partir desta segunda-feira (13), uma base e tentar mudar o texto da Medida Provisória da reforma administrativa e garantir a permanência do decreto das armas. A devolução do Coaf para o Ministério da Economia foi aprovada e acabou provocando divisões no Governo.

Os líderes do Governo no Congresso ficaram fragilizados. O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, aceitou as mudanças com facilidade, mas o PSL decidiu reagir. Mas o setor político entende que o Governo corre contra o tempo e que é melhor aprovar a MP modificada do que não votar nada até o fim do prazo.

Sobre o decreto das armas, além da ação no Supremo Tribunal Federal, os presidentes da Câmara e Senado articulam a anulação no Congresso e aprovação de projeto que vai regulamentar as armas em fazendas e sítios.

*Informações do repórter José Maria Trindade