Bolsonaro vai reunir equipe econômica para discutir combustíveis após ataque dos EUA

  • Por Jovem Pan
  • 06/01/2020 08h18
Mateus Bonomi/Estadão ConteúdoA Petrobras já informou que pretende esperar e que, por enquanto, não deve anunciar reajustes

O presidente Jair Bolsonaro espera se reunir no início da semana com a equipe econômica do Governo para avaliar a situação no Oriente Médio depois dos ataques dos Estados Unidos. Bolsonaro admite preocupação com a possibilidade de aumento de preço nos combustíveis.

A Petrobras já informou que pretende esperar e que, por enquanto, não deve anunciar reajustes. A ideia é esperar que os preços internacionais se estabilizem.

De acordo com o presidente, a área técnica é quem vai definir os próximos passos. “Já está alto, se subir muito complica. Precisa ser mostrado para o povo que, primeiro, eu não posso tabelar nada.”

Bolsonaro pretende reunir todo o ministério na semana do dia 20. Entre as prioridades, estão as discussões em torno da reforma administrativa. O presidente, no entanto, evita falar em prazo para envio da proposta ao Congresso.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin