Bombeiros fazem alerta após balão cair e iniciar incêndio em São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 16/11/2017 09h49
ReproduçãoDe acordo com o Corpo de Bombeiros, houve um princípio de incêndio no telhado de uma das residências, mas ninguém ficou ferido

Depois da queda de um balão na zona oeste de São Paulo, bombeiros reforçam a necessidade de denúncia contra baloeiros.

Nesta última quarta-feira, pela manhã, um balão caiu em um prédio de 12 andares. Casas da Rua Tucuna, na Vila Pompeia, também foram atingidas pelo artefato.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, houve um princípio de incêndio no telhado de uma das residências, mas ninguém ficou ferido.

Não há como saber onde o balão vai cair, e por isso ele pode danificar telhados, deixar bairros inteiros sem energia e causar grandes incêndios.

O capitão Marcos Palumbo, do Corpo de Bombeiros, reforçou a necessidade de se denunciar a ação antes do balão ir ao ar.

Mais cedo, ainda na quarta-feira, um balão chegou a parar as operações do Aeroporto Campo de Marte. Não se sabe, no entanto, se o balão era o mesmo que depois caiu na Vila Pompeia.

E não são apenas os balões que atrapalham. No último domingo, um drone sobrevoou a pista de pouso no aeroporto de Congonhas, que ficou mais de duas horas fechado.

A Polícia Federal abriu um inquérito para tentar identificar o responsável.

Soltar, fabricar ou vender balões é crime ambiental, com pena prevista de um a três anos de prisão ou multa de pelo menos R$ 5 mil.

Confira a reportagem completa de Marcella Lourenzetto: