Brasil é cada vez mais procurado como destino para refugiados

  • Por Jovem Pan
  • 20/06/2018 07h35
Marcelo Camargo/Agência BrasilO refugiado é todo aquele que sai do país de origem escapando de conflitos armados e perseguições e não pode retornar

O Brasil é cada vez mais um destino para os refugiados a medida que os países desenvolvidos vão fechando as portas. De 2010 a 2016, foram registrados mais de 120 mil pedidos de acolhida, dos quais pouco mais de dez mil foram atendidos.

No ano passado, o número de solicitações da Venezuela explodiu. Foram mais de 17 mil registros. O refugiado é todo aquele que sai do país de origem escapando de conflitos armados e perseguições e não pode retornar.

A professora de demografia da Unicamp Rosana Baeninger disse que o Brasil hoje é um país que está na rota das migrações refugiadas. Ela considerou que isso deve aumentar a medida em que os refugiados da América Latina, da África e do Oriente Médio têm pedidos negados por Europa e América do Norte.

A agência da ONU para refugiados afirmou que o Brasil tem feito um bom trabalho ao receber a população obrigada a deixar os países de origem. O representante-adjunto do Acnur, Federico Martinez, disse que as autoridades têm conseguido dar condições de acolhida e proteção.

O ano de 2017 marcou o recorde no número de pessoas que foram obrigadas a deixar os países de origem por causa de guerras em conflitos. São mais de 68 milhões de pessoas nessa situação, das quais 25 milhões são refugiadas e outras três milhões solicitam refúgio.

*Informações do repórter Tiago Muniz