“Brasil não é patinho feio, mas noiva cobiçada”, diz ministro sobre cenário externo comercial

  • Por Jovem Pan
  • 03/08/2018 09h39
Johnny Drum/Jovem PanEm entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, o ministro ressaltou os investimentos externos na área comercial

Elencando diversos acordos comerciais feitos entre o Brasil e países asiáticos, do Oriente Médio, e do Mercosul e União Europeia, o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, negou que o País seja um “patinho feio” no âmbito comercial internacional.

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, o ministro ressaltou os investimentos externos na área comercial: “Brasil não é o patinho feio dessa história. O que recebemos de investimento externo é coisa enorme em relação ao comércio. Temos superávit grande com a China, comércio de boa qualidade com Estados Unidos e Argentina. Não é patinho feio, é noiva cobiçada”.

Aloysio Nunes reiterou ainda os esforços de abertura de novos mercados e não apenas manter os acordos tradicionais firmados com o Mercosul, China e EUA. “A União Europeia é algo que dura 18 anos a tentativa, agora estamos chegando perto, não tenho certeza que vamos conseguir”, alertou.

Mesmo com a quantidade significativa de acordos, o ministro admitiu que o Mercosul segue sendo um mercado muito importante. Mas disse que acordos do Brasil com países como Vietnam e Tailândia são maiores do que com Peru e Paraguai, por exemplo.

“Vai pela força da economia. Nosso esforço é estabelecer preferências comerciais fora da OMC e buscar acordos e preferências comerciais. Estamos buscando recuperar o tempo perdido”, ressaltou.

Mercosul

Segundo o ministro, o bloco passou por uma grande mudança após a saída do Governo Kirchner, na Argentina, e ascensões de Mauricio Macri e Michel Temer. “Levantamos todas as barreiras que existem entre comércio dos países do bloco. Fizemos acordo de cooperação, para quebrar cartéis de fornecimento, estamos trabalhando para nos aprimorar na Aliança do Pacífico. Mercosul está virando coisa importante”, disse.

Aloysio Nunes aproveitou ainda para ressaltar os inúmeros acordos do bloco com Israel, Palestina, Cingapura, União Europeia e EFTA.

Confira a entrevista completa com o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes: