Câmara autoriza privatização do complexo do Anhembi

  • Por Jovem Pan
  • 03/05/2018 08h11 - Atualizado em 03/05/2018 08h11
Divulgação/SPTurisProjeto ampliou área passiva de construção para atrair interesse das empresas interessadas

Foi autorizada pela Câmara dos Vereadores de São Paulo a privatização do complexo do Anhembi, na Zona Norte da cidade.

Com a segunda votação, nesta quarta-feira (2), a Prefeitura já tem o aval definitivo para desestatizar o local.

Para ser aprovado o projeto de lei precisava de 33 votos. O placar final foi de 44 vereadores favoráveis e 11 contrários.

O projeto também permite que o potencial construtivo do empreendimento passe dos atuais 1 milhão de metros quadrados para 1,7 milhão de m².

Esta mudança tenta tornar a privatização mais interessante para possíveis interessados.

O complexo do Anhembi inclui o Centro de Convenções, pavilhões de exposições e o Sambódromo.

Em janeiro deste ano, o Tribunal de Contas do Município liberou o pregão aberto pela Prefeitura para contratar uma instituição financeira que cuidará de todo o processo de privatização.

Com informações do repórter Afonso Marangoni