Câmara de São Paulo aprova projeto que restringe excesso de fios em postes elétricos

  • Por Jovem Pan
  • 09/11/2019 11h16
Gabriela Biló/Estadão ConteúdoO objetivo é, depois, discutir um plano para enterrar os cabos

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou, em primeira discussão, um projeto que obriga as empresas de energia a restringir a quantidade de fios elétricos nos postes. O vereador Gilberto Natalini (PV-SP) criticou o emaranhado de fios na rede elétrica e ressaltou os riscos que eles podem representar aos paulistanos.

“O ideal para a cidade de São Paulo é o enterramento da fiação. Acabar com os postes, colocar os fios por debaixo do chão. Esse é o ideal. Mas como isso é mais complexo, mais demorado e mais caro, enquanto vai sendo discutido e feito isso parte a parte, nós já aprovamos, na Câmara, em primeira votação, um projeto de lei de minha autoria para regulamentar o uso dos potes”, declarou.

“A quantidade de fios pendurados, enrolados, soltos pelos postes de São Paulo é uma barbaridade. Não são cumpridas normas técnicas. Então nós estamos obrigados os responsáveis pelo posteamento de São Paulo, que a empresa distribuidora de eletricidade deve regulamentar o aluguel ou uso de seus postes para acabar com essa bagunça, confusão que temos na cidade, de fios caindo na cabeça das pessoas”, completou.

atalini ressalta que seu projeto pretende discutir um plano progressivo de cabos enterrados em São Paulo. Para o vereador, a situação está fora de controle porque a empresa de energia, que recebe aluguel dos postes, de TVs a cabos e telefonia, não exerce se preocupa com os problemas na fiação.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos